Vamos mostrar para você os pontos mais importantes de todo o processo de produção de cerveja artesanal.

Preparado? Vamos começar?

Defina o estilo e a receita com a qual você quer se aventurar.

A partir da definição do estilo de cerveja a ser produzida você vai poder verificar e ajustar as características da sua cerveja no que envolve basicamente as estimativas de densidade inicial e final, teor alcoólico, cor e amargor.

Você pode encontrar as características e parâmetros de vários estilos para definição da sua cerveja no programa de uma instituição norte-americana Beer Judge Certificate Program (BJCP).

Moagem do malte – uma etapa essencial

Antes de começar a produção da sua cerveja artesanal o malte deve ser cuidadosamente moído. A quebra da casca é necessária para facilitar a extração de amido e das proteínas do interior dos grãos. Mas é importante conservar uma boa quantidade de cascas inteiras.

Agora, a brassagem vai começar.

A primeira etapa consiste no processo de mosturação que varia de 60 e 90 minutos. Essa é a hora de misturar o malte moído à água aquecida em temperatura controlada entre 62°C e 72°C, dependendo do estilo da cerveja.

Nesse momento o malte é hidratado e as enzimas ativadas, permitindo a conversão de amido em açúcares fermentáveis e proteínas em nutrientes. Ao final do processo eleva-se a temperatura do mosto a 76°C, o mash out, que facilita o a filtragem e gera a inativação das enzimas.

A clarificação.

Então, vamos para a etapa da clarificação, essencial e geralmente lenta, em que o mosto é filtrado em um processo de recirculação. Assim, a cerveja torna-se mais límpida e com menos impurezas para depois os açúcares residuais do malte serem extraídos a uma temperatura de 80°C.

Após transferir para a panela começa a fervura, que pode ser mais ou menos intensa. Nesse momento acontece a caramelização de açúcares, a esterilização do mosto e a adição dos lúpulos. Essa etapa pode variar de 60 a 120 minutos.

Próxima etapa: o resfriamento.

Para diminuir as chances de contaminação, recomenda-se que o resfriamento aconteça o mais rapidamente possível. Depois, é só transferir o mosto para uma temperatura adequada ao tipo de fermentação desejada (entre 8ºC a 15ºC para as cervejas tipo lager e 15ºC a 23ºC para cervejas tipo ale) e assim, acrescentar a levedura sem causar variações extremas de temperatura.

Já estamos na fermentação, falta pouco.

Toda fermentação acontece em temperatura controlada. Por isso, as cervejas do tipo ale têm uma alta fermentação, ou seja, duram de 5 a 10 dias e envolvem temperaturas de 15 a 23ºC. As cervejas do tipo lager são de baixa fermentação mais longas, com uma temperatura que se inicia em 8ºC a 15ºC.

Então é só esperar para saborear.

Depois de se divertir com a produção da sua própria cerveja artesanal basta esperar o período de fermentação para envasar. Então, mostre seu lado mestre cervejeiro para seus amigos, chame-os para saborear sua produção e receba muitos elogios.

Siga os passos do Realitty Beer Show #minhaprimeiracerveja da Cervejaria Campinas e faça sua própria cerveja artesanal.